Amidalas_Cantantes
 




















TatoFischer23

TATO FISCHER
clubecaiubi.ning.com/profile/tatofischer

Tato Fischer é Pós-graduado em Artes Cênicas, pela Universidade São Judas Tadeu, São Paulo, 2003/2004,Bacharel e licenciado em Psicologia pela PUC, de São Paulo e Pianista pelo Conservatório Musical de Lins (SP).


O mago dos teclados ou o intérprete de voz impressionante? O compositor- arranjador de canções de enorme beleza e grandiloquência ou o ator vigoroso, capaz de compor, para peças teatrais, trilhas sonoras que enriquecem a cena? O professor de piano, teclado e canto, ou o mágico que encanta crianças de oito a oitenta e oito anos?

Tato Fischer, que traz no currículo, entre outras coisas, o fato de ser um dos fundadores do legendário Secos & Molhados, é a síntese de todos esses talentos.

Mágica:

Tato iniciou na arte da mágica aos 10 anos de idade, como Partner do Dr. ABRAMUS, mágico amador em Penápolis, SP.

Sua formação como mágico se deu por meio de vários cursos, como o Curso de Magia Geral com MARKAN, e vários workshops, conferências e cursos mágicos (Moedas com Mr. Lucky, Magia de Proximidade com Caetano Miranda, Sandro no Seiji, Marbel no Seiji e em Porto Alegre, Cartomagia com Markan, Baralho Rosário com Daniel Raleye Embaralhamento Faro com Rafael Tubino).

Participou do Flasoma (federación latino-americana de sociedades magicas) em 1998 (Argentina) e 2009 (Peru) – workshops de Jeff McBride e Juan Tamariz –, além do Inka Magic 2007 (Peru). Participou também das discussões d’A Casa Mágica, sociedade entre Markan e Roberto Jardón, de 1991 a 1992. Atendeu à vários Congressos, tais como os dos anos de 1997 em Americana, 1998 no Rio de Janeiro, 2004 e 2006 em Barueri, 2007 e 2009 em Belo Horizonte e2008 e 2010 no Rio de Janeiro. Foi também revisor ortográfico e consultor mágico d’Os Quatro Valetes de Markan.

Associado a Roberto Jardón (www.homembalao.com.br), fomenta o ESTÚDIO 22, que organizou grupos de mágicos para o C.A.D.I. – Argentina, em 2008, e para o Flasoma 2009 – Peru, e que vem desde 2002 realizando conferências e shows com artistas brasileiros e internacionais, como Alexandre Romanini, Roberto Jardón e Sandro, o Aristocrata, do Brasil, Daba y Cielo, Daniel Raley, Hernan Macagno e Ray Francas, da Argentina, David Sousa, de Portugal, Joaquín Ayala, dos EUA, Julius Frack, da Alemanha, Mago Jim, do México, e Miguel Angel Gea, da Espanha.


Música:

TATO FISCHER

Cantor e compositor, o primeiro pianista do legendário grupo SECOS & MOLHADOS, apresenta-se em shows-solo e com banda desde 1979.

ALEGRIA

No show "Alegria", em que comemora seus trinta anos de cantador, apresenta-se ao piano acompanhado de Ayrton Mugnaini no baixo, Bráu Mendonça no violão, guitarra e viola, Bruno Sotil na percussão, e Marcelo de Souza no sax. Tem contado com as participações especiais de Lucia Helena Corrêa e Marcelo de Paula. Neste show apresenta parcerias com outros compositores da M-Musica e do Clube Caiubi, grupos de discussão da internet dos quais participa desde 2002.O CD do show será lançado em breve.

VALSA DA VIDA 

É o show em que as canções de ISO FISCHER são cantadas por TATO FISCHER, comemorando os quarenta anos de composições de seu irmão. Valsa da Vida também dá nome ao CD ao vivo, finalizado em 2010.

BRANCA BANDEIRA 

É um terceiro CD, em fase de finalização, com canções de sua autoria. Incluindo o sucesso "Você é o Meu Caminho".


Teatro:

Como profissional de Teatro, TATO FISCHER já encarnou os mais variados papéis, e brinca a respeito disso dizendo que a única coisa que ainda não fez no palco foi “strip-tease”. Ator, diretor, cenógrafo, figurinista, coreógrafo, músico, autor teatral e, apesar de sua precoce formação musical, foi o teatro que o levou para a carreira de cantor.

Trabalha como profissional do teatro desde 1972, ano em que, como ator, integrou o elenco de Jesus Cristo Superstar. No mesmo ano participou de A Viagem, peça na qual conheceu Ney Matogrosso, iniciando a formação do Secos & Molhados.

Dirigiu e integrou grupos de Teatro como ator e músico (Vereda, Mambembe), recebendo diversos prêmios, dentre os quais o APCA, juntamente com Wanderley Martins (por Foi Bom, Meu Bem?, de Luís Alberto de Abreu) e o Mambembe de DIREÇÃO INFANTIL (Dom Chicote Mula Manca, de Oscar von Pfuhl).

Dirige desde 1994 o Grupo Vocal Amídalas Cantantes, de Santo André, em cartaz em 2010/11 com o espetáculo musical/teatral UM RETRATO DO BRASIL.

Alguns espetáculos de que participou como compositor ou Diretor Musical, entre os anos de 2006 e 2010:

A História de Piriléu e Boriléa e As Estripulias de Fígaro
de Petrônio Nascimento, dirigidas por Ednaldo Freire,
pela Cia Paulicéia de Teatro.



• Guarda-Roupa de Histórias e Figurinha Carimbada

texto e direção de Márcio Araújo.



• Nos Campos de Piratininga

de Renata Palottini e Graça Berman, música de Paulo 
Herculano e
Matias Capovila, direção de Imara Reis.



Big Big-Bang Boom

de Carlos Palma, música de Tato Fischer,

direção de Carlos Palma, EM CARTAZ.



• Quem tem Medo do Escuro

texto de Márcio Araújo e direção de Evandro Rigonatti,

EM CARTAZ.


Clique aqui e veja toda a trajetória do Tato na área Teatral.


 
 
  Site Map